The War Begins
 
InícioInício  PortalPortal  FAQFAQ  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Medalhão de Fogo

Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Medalhão de Fogo   Dom Nov 07, 2010 1:09 pm

Quem é ela?


Eu estava caminhando tranquilamente no corredor quando...BAM! Dou de cara com o armário de alguém!



Bom, deixe eu me apresentar:
Nicholas, ou melhor, Nico , aluno de uma escola para pessoa disléxicas e com TDAH, não sou o melhor aluno da sala (nem o pior).
Meus pais... Bom meus pais estão mortos e toda vez que eu tento descreve-los, acabo começando a chorar... - mas não vá pensando que eu choro com qualquer coisa!- O meu tio que cuida de mim, mas não sou muito feliz com ele, mas me livrar das manias de limpeza que ele tem é um grande alívio pra mim!



Continuando, aquele armário sempre fora usado por Ariadne- Uma garota nerd (muito nerd)- , só que ela tinha saido ano anterior. E como? Aqueles armários eram um roubo de dinheiro! E de repente catapimba! Uma garota de cabelo um estilo meio emo- castanho com algumas mechas descoloridas, olhos acinzentados...-roupas escuras e um nike que doia os olhos de olhar. Mas mesmo assim ela era linda...



[...]



Na aula de ciências essa garota - que eu ainda não sabia o nome- sentou bem ao lado de Connor Levi's - sim ele era descendente dos criadores da Levi's- um cara de meia tigela e metido só por que levava o nome Levi's, olhos amarelos, cabelo cheio de gel e era muito sardento.
Minha professora de Ciências era horrível!

E ainda mandou eu criar uma fórmula! Alguma coisa que, de fato não destruisse a sala - por que eles perdem tempo lendo os anuários anteriores? -, pois é isso aconteceu.- mas ninguém morreu. Graças a Deus!-, mas mesmo assim eu fui chutado da escola como se fosse um cachorro sarnento e ainda por cima velho! Mas aquela garota...

Ela se chamava Rachel (eu descobri quando a professora fez a chamada) e me deu um olhar come que se dissesse pra eu tomar cuidado, - Não sei dizer porque, mas aquele olhar que ela me deu uma sensação de que alguma coisa ruim ia acontecer - e Levi's se deu muito bem né...


Minha casa tinha um quarto, uma sala, e um banheiro, nojento que só vendo - realmente, meu trabalho clandestino numa loja de jornais - Sabe aqueles garotinhos de filmes que passa as 5 horas da manhã, de bicicleta, todo dia entregando jornais? -, esse era meu trabalho.

Eu não morava sozinho, eu morava com um amigo meu, que ficava no meu lugar quando eu estudava, ele já tinha 17 anos -desistiu de estudar aos 16 - seu nome era Will e, ele não era muito de falar, mas quando eu estou lá, rapaz! Ele é uma matraca.

Cheguei em casa, ele estava dormindo como uma pedra - e parecia que ele nunca mais tinha limpado a casa desde que eu fui embora! - e num pulo - num pulo mesmo - ele se levantou quando me viu:

- Quanto tempo! Cara, você cresceu uns 20 cm (eu tinha 1,80) desde a última vez que eu te vi! - Sim, ele me tratava como eu fosse o filho dele e ele achava que era meu ''pai''-.

- Oi Will! Quanto tempo né!? E você, fez aniversário esses dias hein cara! 18 anos! Trouxe um presente para você - isso era um roubo, porque ele nunca me deu nada, a não ser aquele livro que até hoje eu não li -.

Lhe dei o embrulho verde, era um livro sobre guerras, com tudo o que já se viu, número de balas atiradas, pessoas mortas, os mais fortes e etc...

Já viu um macaco, entusiasmado, louco correndo pora todos os lados com uma cara de: Uhuuu!!! o Brasil é tralala sei la das quantas, milionésimo campeão da copa do mundo e venceu a Italia de 500 a 0? É assim que ele estava! - ele só não me beijou, por que eu não deixei! -.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Medalhão de Fogo   Seg Nov 08, 2010 6:52 am

\o Legal!!!Posta mais...
Genteee deixem eu me elogiar a vontade!!!
Não posso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Medalhão de Fogo   Seg Nov 08, 2010 8:04 pm

pode elogiar o tanto q quizer.
esasa fic está muito boa!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Medalhão de Fogo   Seg Nov 08, 2010 8:15 pm

Meu amigo enloquece de uma vez!





Estava pensando em me mudar, só que o difícil era: para onde? E o meu amigo? Meu único amigo! A questão era: eu não ia fazer isso, não com Will, se fosse um cara chato e fedorento, com manias ou qualquer outra coisa aí sim! Mas com o Will...eu não teria coragem!



Fui falar com ele para ver se ele queria se mudar, porque as escolas daqui já estavam se esgotando e nenhuma iria me querer como aluno de novo.- A resposta que recebi foi:



- Cara, você é louco? Ou o que? Aqui é o melhor lugar da face da Terra, e você, quem sabe, um dia compreende o que eu digo.



Achei estranho ele dizer que aqui é o melhor lugar da Terra, porque ele sempre reclamava dos vizinhos que eram muito barulhentos, que a casa era uma porcaria porque toda vez que ele ia tomar banho o chuveiro passava para o gelado sem ninguém ter mudado e etc... Mas percebi uma coisa que me fez duvidar: ele amava as livrarias de lá, ele era tipo, um nerd que sabia tudo sobre guerras - e a primeira vez que eu vi ele, pensava que ele era um completo idiota e infantil, chorão, que só queria a mamãe -, Tudo!



Eu também não tinha entendido uma coisa, ele é muito mais desinformado do que eu, e em 6 meses ele já sabia mais do que eu? Tá bom, ele tinha vencido de mim, - só uma vez - ele nunca me convence!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Medalhão de Fogo   Seg Nov 08, 2010 8:38 pm

Amei a fic \o/ ... Ela tah mt perfeita
Posta mais logo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Medalhão de Fogo   Seg Nov 08, 2010 8:52 pm

a fic ta de mais Cool
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Medalhão de Fogo   Ter Nov 09, 2010 12:47 pm

A fic ta mto boa msm
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Medalhão de Fogo   Qui Nov 11, 2010 8:41 am

vlw mannnaaaaaa1muito bom!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Medalhão de Fogo   Qui Nov 11, 2010 8:07 pm

Coisas esquisitas acontecem


Saí do meu mini apartamento, ao chegar no térreo, dois caras altos com cabelos grisalhos, e olhos negros como a escuridão, começaram a me perseguir. Sai correndo feito um louco, corri até um beco sem saida, então, ali, eles se transformaram; Dois lobo imensos, e logo atrás dele uma garota com o cabelo meio emo, apareceu.-As roupas dela estavam rasgadas, só ela não tinha nenhum corte- e pulou nas costas de um e com uma faca com lamina de bronze, enfiou-a nas costas do monstro. Na hora o animal se transformou em pó enquanto o outro não fez nada para defende-lo, apenas saiu correndo, e no desespero, chocou-se contra a parede e se desfez em pó.



Essa garota caiu no chão quando o animal se desfez, e com um tom fraco me chamou e disse:

- Sei quem você realmente é, e seu pai mandou essa espada de dois gumes.

Peguei a lâmina.

- Não tente me seguir, você nunca conseguiria, sou mais rápida do que você imagina.

E se foi, e me deixou la, sentado, com cara de bobo, pensando no que acabara de acontecer, já assistiram um filme que tem um menininho orfão que no final descobre que seu pai ainda está vivo? Então, era assim que eu me sentia.

Um bobo, que passou a vida inteira se sustentando e morando num mini apartamento com um menino que só gosta de guerra- suas favoritas eram as gregas- e tendo de trabalhar com um bando de preguiçosos que largavam tudo nas suas costas! E pensa que um bando de coisas esquisitas resolvem te procurar ao mesmo tempo. você não fica confuso?



Eu estou a ponto de enlouquecer, caras me seguem, eles viram lobos, uma garota me salva, pede para não seguir ela, me entrega uma lâmina de dois gumes preta, o que você faria? Eu já tava enlouquecendo.

Fui pra casa - Queria um tempo pra tentar por a minha cabeça em ordem, ja estava ficando com dor de cabeça- e meu amigo chega em mim e diz:

- Você vem comigo! E eu, besta vou atrás, o cara entrou num metrô e num raio nos estavamos em nuvens... nuvens! É, nós estavamos no céu, eu achava que nós estavamos mortos , mas tudo bem, ele disse que não.

(...)



Era um lugar, com muita luz - nem um pontinho minusculo sem luz, apenas com sombras - mas mesmo assim era que nem um local comum na Terra - como se não estivessemos...- só que com mais árvores, mais bonito, sem poluição... - mas mesmo assim havia carros flutuantes, sério eu não pirei! - no centro da cidade se encontrava um palácio enorme, com uma escadaria enorme também -, era como na grécia antiga - vi isso nos livro de guerra de Marcos. Se não... - só que restaurados, o piso era de mármore branco, as paredes eram mais brancas do que as nuvens, e lá dentro haviam pessoas enormes, ( la por uns 5 metros de altura), uma mulher morena de olhos azuis, que penteava seu cabelo, um homem branco - pálido - com um terno preto, e outro casal, um homem com roupa do século passado, como os de guerra, e a mulher usava um vestido preto bordado - todo lindos, as mulheres, lógico -.



Quando Will e eu entramos no Palácio, o homem com roupa de guerra veio correndo fala com a gente - ele foi diminuindo - :

- Will! Meu filho! - eu não sabia que Will tinha um pai - Encontrou um? - tive uma leve impressão e esse ''um'' era eu-.

- Olá pai! Não. Mas encontrei um Meio-Sangue como eu, - quando ele disse isso eu vibrei, e todos da sala se voltaram para Will - é este, Nicholas, mas podem chamá-lo de Nick, esse é o apelido dele - eu odeio quando ele diz que meu apelido é Nick, por isso que eu nunca falei sobre esse "apelido" -.

- Ele já foi reclamado como filho de algum de nós?

- Não... Ele foi interrompido por uma voz que veio do fundo da sala:



- Ares, por favor deixe seu filho descansar, ele deve estar morrendo de dor de cabeça, - eu estava - por causa da longa viagem que fizeram.

- Hades, poupe me desses negócios de ar rarefeito, subida e etc...



Quando eles terminaram a discução sem querer escapou uma pergunta da minha boca:

- Seu nome é Hades? Você é Ares?

Os dois responderam ao mesmo tempo: -Sim.

- Somos sim, deuses da mitologia grega, já que me só interessa a guerra de troia.



-Hum... Então o senhor é o deus da guerra?

-Sim, menino tolo, você achava que eu era o deus do que? Das flores? Você me reconheceria com essas roupas. Então Will interronpeu:



-Então, nós vamos andando, Hades pediu e o senhor não vai querer deixar de ser o subrinho favorito dele... -Raios!!! Vá e ande logo com seu amigo não oráculo!

Andamos palácio a dentro e lá haviam escuturas gregas- nunca vistas antes- quebradas, coloridas, como se alguém fosse ter um dom artístico que tiraria a atenção de outras coisas e colocadas naquelas estátuas. Como se fosse...



- Essas estátuas são de Afrodite.

- Como? - São de Afrodite. Ela que criou as estátuas, sei disso desde quando você saiu do mini apartamento. - Ah, legal.

- Só legal?! Essas estátuas são mais velhas do que a sua Árvore Genealógica!!!

- Tá bom! Você sabe que não gosto muito de artes, nem ligo, mas, sim são bonitas. Mas, me diga, eu estou sonhando? Como você pode ser um heroí? É dificil de explicar, você, sempre foi um menino acolhido e medroso... Como você pode ser filho de um deus da guerra?

- Eu sempre fui um cara quieto, por que... Digamos que eu já sabia que eu era um semi-deus... E assim, quanto mais você sabe sobre quem você é, mais os monstros correm atrás de você, é assim comigo, quando você estava estudando eu vim para cá, Ares me deu muitas coisas para me deixar ocupado, e esquecer de quem eu sou, missões, encontros com filhas de afrodite, que foi o saco, eu preferia ter ficado com a Susana, sabe aquela nerd que eu te falei?

- Qual a que te mandou um ursinho de pelúcia no dia dos namorados? - Sim ela mesma, prefiria passar a terde com ela do que sair com as filha de Afrodite, pensa numas meninas muito bonitas, mas que só pensam nelas, querem que eu seja cavalheiro e etc...?



- Cara! Espero que meu pai ou minha mãe não me coloque nessa furada! - Falando em pais... Que deus você gostaria que fosse seu pai? - Não faço nem a mínima idéia! Sei lá... Zeus, Hades, Atena, Apolo, Posseidon... Não sei.

- Você não é fraco não! Não quer ser filho de um deus nada hein!? - Nossa! Eles podem te tostar com fogo grego, se pegarem você dizendo desse jeito deles! - Quem? - Os deuses menores. - Ah.



-Hein? - O que? -Eles não poderiam te tostar??? -Bem... Não sei. E nem quero saber. -Interessante.

Após um kilômetro de corredor, nós saimos num local muito ensolarado -como eu disse - com árvores e um caminho que seguia, e no caminho em que andavamos cada lado havia pequenas casas. - O que são? - O que?- Disse Marcos. - Essas casinhas pequenas. - São chalés, sabe quando as pessoas vão a praia e só passam 2, 3 dias? - Sim. - Então, só que aqui, as pessoas moram, ou melhor, os meios-sangues moram. - Tipo heroís como, Hércules, Perseu, Orfeu... Orfeu era um meio-sangue? - Sei lá.

- Então você Acha que eu sou... - Tenho certeza! Encontrei uma Hidra te seguindo quendo você ia para a escola. - Cara! Um animal com sei lá quantas cabeças e quando você corta uma aparece duas? - Sim, essa mesmo. Só que você teve sorte porque ela só tinha uma, ela era nova. - E desde quendo você sabe como que uma hidra nasce? - Isso são meus palpítes, não faço nem a mínima idéia como uma hidra nasce, e nem quero saber!

- Nem eu.



Ouve se um grande silêncio e eu e meu amigo chegamos a um local com muitos outros da minha idade, todas com espadas e uniformes de batalha completos, - todos de olhos muito claros, incrivelmente claros- ninguém notara a minha chegada neste local, mas sentia olhos me seguindo, como se cada passo meu valesse uma eternidade de espera.



- Não as olhe nos olhos. - São filhas de medusa?- respondi. - Sem zoação. Elas podem te matar só com um toque. - São venenosas? - Não!!! Só modo de falar! Elas são vampiras para a gente! - Como assim?

- Sabe aqueles seres que chupam sangue de você até que morram? - Mas, espera ai?! Na mitologia não é empousai? - Essas são mais velhas, essas são filhas de uma empousai, com deuses menores.

- Ah. Como se estivessem em observação? - Não. Elas foram extintas a algum tempo, só que voltou a ter, elas foram extintas por que uma delas transformou uma filha dele em vampira.

- Quem? - Rachel.- quando ele disse isso, me lembrei de Rachel, a garota do armário caro- Ela serve a Hades hoje, mas antigamente era a escudeira de batalhas em guerras pequenas.



Ele saiu correndo, e quando eu percebi, eu já estava conversando com Stephany Masson, ou melhor, Phany uma garota transformada aos 12 anos em vampira. Ela dizia que essa vida era muito ruim,- era uma menina morena dos olhos verdes- por que ela só podia ficar aqui em cima, sua melhor amiga era Rachel, a filha de Zeus mudada, ela dizia que ela era hiper legal e acima de tudo era uma otima escudeira.

Uma trombeta soou, Will disse que era a hora do jantar, segui ele, eu estava morrendo de fome. Nem percebi que necessitava de uma mesa para sentar, mas qual? Meu pai ou minha mãe ainda não me reclamara, logo um campista chamado Steve me disse para sentar a mesa com ele, por que ele era filho de Hermes, deus dos viajantes, e etc... A comida era boa, mas mesmo assim, sentia que não ia encontra um lugar para me sentar tão cedo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Medalhão de Fogo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Medalhão de Fogo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Grupo Labareda de Fogo DVD. - Amagomes on bass
» AJUDE COM R$ 1.00 O HOSPITAL FOGO SELVAGEM
» Taurus Bass Amplication
» Chegando e me apresentando!
» Reforma - Jennifer

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Percy Jackson e o Exército Maldito :: OFF TOPIC :: Fã Área :: Fan Fics-
Ir para: